O morro dos ventos uivantes de Emily Bronte

09 fevereiro 2016

Li esse livro para participar do Leia Mulheres, um clube de leitura aqui em São Paulo (mas tem já, em várias cidades do Brasil, veja aqui), eu amo clássicos e tenho uma paixonite maior ainda pelas autoras do século XIX, elas iniciaram, por caminhos pedregosos, a inserção da mulher dentro da literatura, de forma mais concreta e abrangente. 

As irmãs Bronte são sempre sensacionais, mas ainda não tinha lido o único romance de Emily Bronte, que morreu cedo e por isso nos deixou pouquíssima coisa escrita. 


O morro dos ventos uivantes 
Emily Bronte
Bestbolso - 406 páginas 


O morro dos ventos uivantes é um romance, um tanto quanto diferente do que qualquer pessoa esperaria de um livro do século XIX. O livro conta a história conturbada de Heathcliff e Catherine, que se conheceram crianças, sendo criados juntos como irmãos, porém vivem uma relação amorosa esquisita e obsessiva. 

Heathcliff foi adotado, de forma misteriosa, pelo pai de Catherine, ainda pequeno, porém boa parte da família não o aceita, ainda mais com sua forma taciturna e misteriosa de ser, apenas Catherine e seu pai sentem proximidade pelo rapaz. Todos crescem numa clima tenso e de brigas constantes, inclusive o irmão de Catherine, que tem verdadeiro ódio de Heathcliff e é aí, nesse conflito entre os dois, que as coisas começam a acontecer, desencontros, brigas, vingança, intrigas e loucuras marcam o enredo dessa história. 

Ao meu ver, uma das coisas mais interessantes do livro, é que Emily escreveu um romance que não é nada convencional para sua época. É um romance onde nossa heroína, é completamente fora dos padrões, ama um homem mas casa-se com outro, enquanto casada continua encontrando-se com outro homem e mais do que isso, é contraditória e rebelde, sem nenhuma associação com o padrão de mulheres recatadas, como acontecem em outras obras. 

O livro é uma loucura atrás da outra, dá uma certa agonia em certas horas, pelo desespero e angústia de certos personagens. O começo é lento porque a autora está nos apresentando todos os personagens e um pouco de suas principais características, mas eu recomento que mesmo que se sinta cansado, continue e resista as primeiras 50 páginas. 

O morro dos ventos uivantes é um livro denso e pesado, mas ao mesmo tempo não conseguia parar de ler, era como se me sentisse atraída por toda aquela tragédia, acho que todos nós gostamos de um drama e um caos as vezes, mas é uma história cativante e maravilhosa, porque a autora faz nós nos posicionarmos diante dos acontecimentos, é como se participássemos ativamente daquilo que está acontecendo, raiva, mágoa e vontade de chacoalhar cada personagem é comum em toda a leitura :) , além de nos sentirmos extremamente incomodados com a narradora da história, que é participante ativa de todo o drama de Heathcliff e Catherine. 

Esse livro tem diversas adaptações cinematográficas e para a televisão, a última que vi foi uma minissérie da PBS, que não chega a ser a pior nem a melhor. Gosto muita dessas adaptações, apesar de conceitualmente erradas em alguns aspectos, mas algumas delas valem a pena assistir.

Agora rumo a leitura de todos os romances da irmãs Bronte !






Um comentário:

  1. Verdade, Mel. Esse livro é completamente diferente de tudo o que se produzia naquela época. Ainda bem que resolvi reler e consegui enxergá-lo de outra forma.
    Bjo!

    ResponderExcluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS