A Página Assombrada por Fantasmas de Antonio Xerxenesky

05 novembro 2014

Uma das minhas maiores falhas como leitora, é não ler literatura brasileira contemporânea como eu leio a de outros países, eu sei que é muito feio, mas parte da responsabilidade disso não é falta de vontade mas, de conhecimento mesmo. Através de outras pessoas, amigos que me indicam, blogs e vlogs que acompanho, tenho continuamente me atualizado nesse quesito. 


A Página Assombrada por Fantasmas
Antonio Xerxenesky
Rocco
2011 - 128 pgs


O bom de ter amigos leitores é que normalmente eles te presenteiam com livros lindos, e nos apresentam autores desconhecidos. Há algum tempo atrás a linda Michelle do blog “Resumo da Ópera”, me presenteou com uma edição de Páginas Assombrada de Fantasmas de Antônio Xerxenesky. 

O livro é composto de contos, cuja temática principal é a literatura e autores famosos, e são eles os fantasmas que assombram as histórias. 

O livro é composto de 9 contos curtos, com histórias diversas envolvendo livros, com textos extremamente fluidos. Cada conto tem focos diversos, desde um jovem autor que busca conhecer seu escritor favorito e encontra-lo para uma entrevista, até a possibilidade do encontro com uma morta viva muito semelhante a encontrada em um dos livros que o garoto da história leu. A diversidade é grande porém o foco central são livros e literatura, é isso que une todos os contos e os torna muito interessantes.

"Há quem diga que o ser humano não é só os livros que lê, as músicas e os filmes que prefere. Já eu sou do time que acha que nossa personalidade vai sendo moldada justamente por essa via." 

Xerxenesky consegue construir um livro muito gostoso de ler, tenso, divertido com certa dose de suspense, claramente escrito por alguém apaixonado por literatura, enchendo as histórias de referências de escritores e livros que fazem qualquer leitor se deliciar. É um livro para leitores. 
"Há quem diga que a literatura tem como função fazer com que nós nos sintamos menos solitários, há quem diga que os livros são cartas endereçadas de um solitário a outro. Ele não sabe, ele nunca saberá ao certo. O que ele sabe é que os livros não trazem conforto e nunca trarão, os livros são peças demoníacas (mas ele não acredita em demônios, assim como não acredita em deus algum e não consegue mais acreditar em sinais ou nada), e se há algo que os livros, os romances, as ficções trazem é transtorno e desconforto e incômodo. Então, ele continua lendo."

Até mais! 

4 comentários:

  1. Uma delícia de ler, né?
    Adoro conhecer escritores indicados por amigos :)
    bjo

    ResponderExcluir
  2. também não leio muitas obras nacionais...
    esse livro parece ser bem bom, com bastante suspense! *o*
    bjs,
    http://tudonodup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii! Eu não conhecia o livro e achei a temática super interessante, não costumo ler muitos livros de contos, mas nesse caso como todos foram escritos pelo mesmo autor, deve haver um elo e uma boa consistência entre eles.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  4. Nossa nunca tinha ouvido falar, mas parece muito interessante já marquei no skoob para não esquecer,
    Bjus,
    http://asverdadesqueopinoquioconta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS