Sobre filmes: A Culpa é das Estrelas

02 junho 2014

Sábado, dia 10/5, a FOX Filmes e a Editora Intrínseca convidaram alguns parceiros para assistir um mês antes da estréia, o filme A Culpa é das Estrelas (The Fault in Our Stars, 2014).



O mesmo aconteceu em algumas cidades do mundo, onde aconteceu uma apresentação simultânea do filme. Antes da seção começar, três mensagens foram mostradas, um do autor da trilha sonora, Ed Sheeran, outro dos atores que fazem as personagens Hazel Grace (Shailene Woodley) e Augustus Waters (Ansel Elgort), e por fim claro, do autor da história John Green. Na seção foram dados brindes, livros, almofadinhas fofas e ecobags com o tema do livro. 

Li ano passado A Culpa é das Estrelas, e achei um livro muito fofo (claro, relevando a parte toda da doença) com uma história muito bem construída para o que se propõe, se eu fosse adolescente seria a maior fã dos livros do John Green, por isso eu entendo todo esse encantamento que é gerado por esse livro e pela figura bastante cativante do próprio autor, eu gostaria muito que na época em que fui adolescente existisse um "John Green", mas infelizmente não tinha. 

Para resumir e não me estender muito nesse post, digo que o filme é muito semelhante ao filme, provavelmente grande parte da fidelidade do roteiro do filme em relação ao livro, se deve ao acompanhamento de John Green durante a produção e filmagem. A semelhança é impressionante, não me recordo de nenhuma cena do filme que não esteja exatamente igual ao livro, inclusive falas são muito próximas. Os dois atores que fazem os personagens principais funcionam bem juntos, principalmente o ator que faz Augustus conseguiu transmitir bem toda aquela "postura" e charme, associada a todos os diálogos um tanto complexos do personagem do livro. 




Por isso, leve um lenço, não, melhor, leve um lençol, porque o filme emociona naqueles momentos que todos (que leram) sabem que existem. Na sessão em que eu estava a comoção foi impressionante, o choro foi audível (muito audível), por isso leve seu lençol e se prepare para sair da sala de cinema com os olhos inchados e vermelhos. 

Se você dobra seu nariz para os livros do John Green (e de outros autores como ele) você está perdendo a oportunidade de ler uma ótima história, se emocionar um pouquinho e relembrar daqueles momentos deliciosos da adolescência, (se você for adolescente agora, aproveite a vida :) ) ler uma história bem construída, simples mas deliciosamente divertida e emocional. Relaxe e se divirta.

O filme tem estréia mundial na próxima sexta feira, 06 de junho, eu sugiro que você corra para o cinema e have a good time!

Okay?
Okay!

:)


3 comentários:

  1. simplesmente doooooooooooida pra ver esse filme, ♥
    beeeijos,
    http://tudonodup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ai, Mel!
    Tô com a impressão que vou chorar tanto vendo o filme - o trailer já me deixa com os olhinhos brilhando: imagina o filme?!
    Eu que não curti tanto o livro - achei 'bonzinho', estou com a sensação de que vou gostar horrores do filme *Repetindo o trailer-Repetindo o trailer-Repetindo o trailer*

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. amei,o filme é incrivelmente,incrivel..

    ResponderExcluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS