O Vampiro antes de Drácula

21 maio 2014

Eu tenho uma verdadeira fascinação por vampiros, por mais estranho que você possa achar. Tudo relacionado ao tema tenho curiosidade de ler e assistir, ou seja lá o que estiver disponível sobre o tema. O gênero sobrenatural sempre me chama a atenção, mas muito mais as histórias de vampiros. 


O Vampiro antes de Drácula
Martha Argel e Humberto Moura Neto
Editora Aleph
2008 - 334 páginas 
Este livro foi cedido pela editora, por escolha pessoal, para resenha


Disse tudo isso para falar um pouquinho sobre o livro O Vampiro antes de Drácula, da Editora Aleph, organizado por Martha Argel e Humberto Moura Neto, é um livro que reúne diversos contos que falam sobre vampiros antes da publicação do livro que marcou a literatura fantástica/sobrenatural, que foi Drácula de Bram Stoker

A nossa ideia no século XX (e ainda no XXI) sobre o vampiro, baseia-se muito no conceito criado por Bram Stoker em seu livro, toda a literatura subsequente tem características muito semelhantes ao Drácula, ou são realmente adaptações do mesmo. 

O que os organizadores deste livro querem nos mostra é que existiu "vida ou mortos-vivos andantes" antes de Drácula na literatura. O mito do vampiro é muito anterior, e diversas obras foram criadas baseadas em várias ideias diferentes sobre o vampiro. Temos o vampiro folclórico, vampiro sedutor proveniente da aristocracia, vampiro que não se alimenta de sangue, mas da energia, as vampiras sedutoras, os vampiros animalizados ou em formas de diversos seres naturais como plantas, vampiros em poesia, em prosa, em peças de teatro .... enfim, a história dos vampiros é muito mais longa e diversificada do que imaginamos. 

O livro traz um compilado de contos, de diversos autores mais e menos conhecidos, que foram publicados antes de Drácula, ou seja antes de 1897. Nas primeiras décadas do século XIX já existiam diversas histórias em prosa que ensaiavam o mito do vampiro, porém antes no século XVIII há relatos de poesias que também remetem ao assunto. A fonte é diversa e muitos autores famosos se aventuraram por essas águas, como Edgar Allan Poe, H .G Wells, Alexandre Dumas, Lord Byron e outros. 

Eu acredito que o mais interessante deste livro, não somente os contos, mas sim todo o conteúdo de referências e dados que são disponibilizados pelos autores. Antes de lermos os contos, há uma grande introdução que vai nos levando por diversas fontes e dados que nos mostram a evolução do vampiro, e aqui permita-me "puxar sardinha" para o meu lado, mas os autores usam referências à evolução do vampiro, como se fosse uma evolução biológica, onde você tem uma "espécie ancestral" de vampiro, o folclórico eslavo, e daí surgem ramificações imensas dessa "espécie" base, comento porque não posso negar meu lado bióloga, ao ler metáforas utilizando dados da Biologia e construindo "uma genealogia vampiresca", o que na minha concepção é muito divertido. Mas, deixando de lado meu ufanismo biológico, a introdução nos pega e leva pelas mãos, para observar toda essa mudança histórica na figura do vampiro. 

Após isso, temos os contos que remetem aos dados apresentados na introdução, nos mostrando cada uma daquelas características particulares de cada autor e época da descrição do mito. Temos o conto que dá o grande início ao mito do Vampiro, de Polidori, que foi adaptado ao teatro e popularizou o personagem na Europa até, o "vampiro planta" que é capaz de sugar a vida daqueles ao seu redor. No fim de cada conto, temos mais uma carga de texto que nos leva mais profundamente ao conhecimento daquele autor e daquela característica especifica do vampiro descrito no conto. 

Por isso tudo, é um livro riquissimo para todo aquele, que como eu, gosta do tema, quer ser aprofundar e conhecer um pouco mais a história por detrás do mito do vampiro, que até hoje permeia nossas culturas com grandes e famosas produções. 

Recomendo esse livro à todos que amam os "não-vivos sugadores de sangue" !

Até mais!



Um comentário:

  1. Quando se aprecia algo é sempre divertido passear por sua origem. Pelo que entendi da sua resenha, O Vampiro antes de Drácula dá um bom panorama dessas criaturas em épocas variadas antes do famoso Drácula de Bram Stoker. Já tinha curiosidade, fiquei ainda mais ^_^ Vi que na capa tem o nome do Bram Stoker, seria o conto O Hóspede de Drácula?
    Beijos, Melissa!

    ResponderExcluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS