Bienal e eu

30 agosto 2013

Chegando por aí a Bienal do Rio de Janeiro, e sabendo naturalmente com muita dor no coração de que não participarei desta Bienal, só ano que vem na de Sampa city, me recordei da minha experiência no ano passado. 



Confesso que não sou uma pessoa muito de eventos, sejam eles quais forem, sou caseira ao extremo, sou familiar e curto mais uma roda de amigos do que um lugar cheio de gente me empurrando. Mas, é claro que Bienal é muito diferente, tudo na vida tem suas exceções e uma delas na minha vida são aqueles corredores do Anhembi cheios de gente na Bienal me empurrando. 

Quando fui na Bienal ano passado, estava no meu boom de descoberta de blogs e vlogs literários, um mundo se abria com o qual me identificava ao nível máximo,  Ver pessoas que gostavam das mesmas coisas que eu, que achavam legal discutir sobre aquele autor ou personagem de um livro qualquer, era para mim motivo de alegria. 

Eu sei, que você pode estar pensando, "mas Melissa, isso já existe há anos, como você só descobriu ano passado?", pois é minha gente a vida não é justa e nem é fácil, como diz uma amiga se fosse fácil vinha com manual de instruções e uma colherzinha, e nesse manual com certeza estaria escrito: " item 2.2 clique no youtube, digite Mia Couto e você encontrará milhares de pessoas discutindo sobre o autor" ou mesmo, "item 5.8 vá ao seu navegador, clique no site de busca, digite no campo correspondente, blogs literários e as opções aparecerão na sua tela". Pois é minha gente como esse manual não existe eu só descobri isso ano passado. 


Acho que algumas das razões que não tinha descoberto é que por muitos anos usei a internet principalmente como meio de ler emails, entrar em rede social, ler jornal, fazer e pesquisar trabalhos da faculdade e jogar paciência, por falta de tempo principalmente, trabalho, estágio, faculdade, pós graduação não é fácil na vida de ninguém por isso, não tinha muito tempo de ficar na internet buscando coisas além do que realmente precisava. 

Mas essa descoberta foi uma coisa incrível porque, pude encontrar pessoas com as quais me identificava muito, pessoas que amavam os livros, pessoas que queriam discutir ideias, pessoas que compravam mais livros do que liam. Essa sou eu e essa (e) provavelmente pode ser você. 

A Bienal ano passado, justamente por causa disso, tomou como que novas cores, novos ares porque afinal a nerdinha aqui não está sozinha no mundo. Existem pessoas tão obcecadas apaixonadas quanto eu. 

E a nerdinha aqui agradece ao mundo literário bloguistico por isso. 

Vendo toda essa ansiedade pairar por aí nos blogs, vlogs, fanpages, twitters me fez lembrar disso, e me fez lembrar o porque esse blog existe, e tudo começou na Bienal olhando os estandes e pensando, bem que eu também podia ter um blog, né não?

Até mais ! 

Fonte das imagens: arquivo pessoal

13 comentários:

  1. Hahaha... adorei os itens do seu manual.
    Eu frequento a Bienal de SP desde criança, mas sempre fui mais na curiosidade, para olhar e procurar os raros descontos. A edição do ano passado também foi diferente para mim, pois fui para encontrar amigos de várias partes do Brasil que conheci pelo Skoob. Como você, pela internet acabei descobrindo vários doidos que compram mais livros do que são capazes de ler e que adoram falar sobre suas leituras. Gostaria de ter ido ao Rio, mas não deu. Ano que vem, a gente pode marcar uma visita à Bienal SP com outros apaixonados por livros, né?
    beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa chegar assim na conversa meu mais.vc descobriu ano passado?eu descobri faz dois meses e me apaixonei imensamente por esse mundo loco de blogs e vlogs literários já q aqui por onde moro nao tem ninguém pra se conversar sobre livros mais seria hiper interessante marcar ir um pessoal pra fazer amizade e bater papo...abraços

      Excluir
    2. Vamos sim Michelle, vamos todos juntos !! :) bjão

      Excluir
  2. Ah, também estou muito triste por não participar esse ano! Mas enfim, que venham as próximas...

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei do manual!, rs Melissa, eu também não curto lugares cheio de gente me empurrando. Mas, Bienal se faz um esforço ^^ Ano passado eu fui a Bienal de São Paulo e mesmo não tendo sido uma boa experiência, vou tentar ir em 2014. A de Fortaleza foi ótima! Fui dois dias já que é gratuita. Não chega a ser uma Bienal de SP ou RJ, mas é agradável e encontrei ótimos livros.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Melissa, também gostei do manual ;)
    Ano passado foi a minha primeira Bienal e... Eu adorei! Mesmo com o sufoco, que em 2014 seja menos quente ou de preferência, num lugar maior.
    Gostei de conhecer pessoas que conhecia de blogs, de comprar livros, de participar de um evento que faz parte da vida de pessoas há anos. Espero poder ir nas próximas edições, levar as crianças, levar a mãe... E voltar com livros!

    Olha, na do ano que vem... Temos que marcar encontro dos Sensuais ^^

    Beigos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Melissa.. Como você descobri recentemente os blogs literários e sou muito feliz por isso. Quanto a Bienal, frequento-a desde 2006 mas só agora aprendi a tirar o melhor proveito desse evento. A próxima, ano que vem, que me aguarde!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  6. Ô, Melissa eu tbm descobri esse maravilhoso mundo literário há pouco tempo! Estou ansiosa pela bienal daqui de Salvador que será daqui a dois meses. Um beijo!


    Ilmara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh delícia Bienal é sempre muito bom, apesar dos "detalhes" :)
      bjos

      Excluir

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS