Sobre escritores : Pablo Neruda

15 outubro 2012

Como este  blog está dando seus passos iniciais, resolvi começar os tópicos com as minhas coisas favoritas. 

Definitivamente, hoje meu escritor e poeta favorito é nada mais, nada menos que o Sr. Pablo Neruda !



Pablo Neruda é chileno, nascido na cidade de Parral em 12 de julho de 1904 e falecido em Santiago em 23 de setembro de 1973, seu nome verdadeiro é Neftalí Ricardo Reyes Basoalto, adotou o pseudônimo quando adolescente inspirado no escritor checo Jan Neruda, nome esse que utilizaria durante toda a vida, tornando-se seu nome legal, após ação para modificação do seu nome civil. 

Um dos poetas sul-americanos mais aclamados pela crítica e público, é dono de um texto sensível, simples, forte e completamente apaixonante.

Pablo estudou pedagogia na Universidade do Chile, obtendo destaque e diversos prêmios.

Seus primeiros livros tem notadamente influência do modernismo, e a partir principalmente de 1936 propõe uma proposta de renovação em seus livros posteriores, como : O habitante e sua esperança, Anéis e Tentativa do homem infinito. 



Além de seus poemas, em 1927, começa sua carreira de diplomata, sendo nomeado cônsul chileno em Rangum na Birmânia. Com o início da Guerra Civil Espanhola, em 1936, Neruda é destituído do seu cargo e logo após em 1945 torna-se senador. 

A partir de 1950, com  seu livro Canto Geral, inicia a publicação de poemas com cunho social e político. Em 1965 lhe foi outorgado o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Oxford, Grã-Bretanha. Em outubro de 1971 recebeu o Nobel de Literatura. Após o prêmio, Neruda é convidado por Salvador Allende para ler para mais de 70 mil pessoas no Estadio Nacional de Chile.



Neruda foi casado algumas vezes teve amantes e histórias de amor que lhe inspiraram diversos poemas.  

Pablo era notadamente um socialista, defensor do governo Allende, em 1973 ele morre logo após Salvador Allende ter perdido seu cargo para o ditador Augusto Pinochet. A causa oficial da morte seria câncer de próstata, mas há quem defenda a idéia de que Neruda foi assassinado, investigações vem sido feitas para constestar a morte do poeta. 

Pablo Neruda fez uma visita ao Brasil, em 1945, onde lê no estádio do Pacaembu para mais de 100 mil pessoas, em homenagem a Luís Carlos Prestes

Mas o mais importante é que este brilhante autor nos deixou obras lindíssima, poemas que nos tocam até os dias de hoje. Um dos mais famosos poemas de Neruda é o Soneto XVII, sem dúvida o poema que fez com que eu me apaixonasse perdidamente pela obra desse magnífico autor.

SONETO VII


Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
te amo como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascender da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
te amo diretamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

senão assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que a tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.





See ya !






2 comentários:

Olá ! Obrigada pelo comentário, ele será respondido aqui mesmo, ok!?
Obrigada pela visita e até mais!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS